ExxonMobil fornece US $ 100.000 para reforçar apoio em Moçambique
  • Login / Register
blog entry

ExxonMobil fornece US $ 100.000 para reforçar apoio em Moçambique

A ExxonMobil anunciou que desembolsar US $ 100.000 para apoiar os esforços de socorro e recuperação das intempéries em Moçambique após o Ciclone Kenneth, que flagelou a 25 de abril no Norte.

O financiamento será fornecido à Cruz Vermelha para ajudar nos esforços de socorro em andamento.

A contribuição de US $ 100.000 irá para a Cruz Vermelha Americana, que coordenará a sua assistência com o Instituto Nacional de Gestão de Desastres do governo de Moçambique em apoio aos esforços de resgate em curso e para comida, abrigo e conforto para às vítimas da tempestade.

Liam Mallon, presidente da empresa de petróleo e gás da ExxonMobil disse: "Estamos profundamente tristes com o impacto do ciclone Kenneth em Moçambique e nos países vizinhos".

 

“A devastação dos ciclones Idai e agora Kenneth tem sido generalizada, e esse financiamento ajudará a proporcionar alívio durante um período muito difícil. Nossos pensamentos estão com todos os afectados”, acrescentou.

Após o ciclone, funcionários e contratados da ExxonMobil foram relatados como seguros. A ExxonMobil contribuiu com mais de US $ 400.000 em apoio aos esforços de recuperação em Moçambique desde o Ciclone Idai.

 

 

Fonte: OIL REVIEW AFRICA

Comentários

Notícias Recentes

SOBRE NÓS

EWYNZA é uma plataforma de notícias, emprego, eventos, serviços, dados e mapas da indústria de oil e gas, Moçambique, ENH, INP, MIREME, Bacia do Rovuma, Pande & Temane, LNG, Sasol, Eni, Anadarko, Exxonmobil, Cabo Delgado, Angoche, Inhambane, CBM. A plataforma Ewynza é gerida e da propriedade da empresa Kelelene - Sociedade Unipessoal Lda. Esta é a única e a mais integrada plataforma que oferece informação actualizada sobre o sector energético (Hidrocarbonetos e Energia) em Moçambique e no mundo. A plataforma é o principal elo de ligação entre as empresas operadoras do ramo, empresariado nacional e força laboral.  

Ler Mais