ExxonMobil prepara nova prospeção em Moçambique para abril de 2020
  • Login / Register
blog entry

ExxonMobil prepara nova prospeção em Moçambique para abril de 2020

A ExxonMobil prevê começar a explorar "dois poços de prospeção (com uma estimativa de 45 dias por poço), mais um poço opcional" ao largo de Moçambique já a partir de 2020.

A ExxonMobil procura um navio, “com pessoal qualificado para perfuração a uma profundidade de 2.500 metros de água”.

A ExxonMobil prevê arrancar em abril de 2020 com a perfuração do fundo do mar ao largo de Moçambique para procurar petróleo e gás, anunciou hoje a empresa.

“O início está previsto para abril de 2020. O projecto compreende, actualmente, dois poços de prospeção (com uma estimativa de 45 dias por poço), mais um poço opcional”, lê-se num convite à manifestação de interesse para o fornecimento de equipamentos.

Os trabalhos vão decorrer nos blocos de exploração A5-B (bacia de Angoche), Z5-C e Z5-D (bacia do Zambeze).

Os três blocos, situados sensivelmente na zona centro da costa moçambicana (que tem cerca de dois mil quilómetros de extensão), foram atribuídos em outubro a um consórcio liderado pela ExxonMobil, após um concurso internacional lançado pelo Governo moçambicano, em 2014, em Londres.

Além da ExxonMobil, com 50% de participação, o consórcio para prospeção inclui a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH, empresa estatal moçambicana) com 20%, a Rosneft com 20% e a Qatar Petroleum com 10%.

“A nossa ambição é trabalhar com o Governo moçambicano, com o objectivo de desenvolver o potencial do país, garantindo, ao mesmo tempo, que os recursos beneficiem também as comunidades”, afirmou Jos Evens, director geral da ExxonMobil em Moçambique, na altura.

A petrolífera já está presente noutro consórcio que deverá começar a explorar gás natural na Área 4, norte do país, a partir de 2022.

 

 

 

Fonte: OBSERVADOR

Notícias Relacionadas

Comentários

Notícias Recentes

SOBRE NÓS

EWYNZA é uma plataforma de notícias, emprego, eventos, serviços, dados e mapas da indústria de oil e gas, Moçambique, ENH, INP, MIREME, Bacia do Rovuma, Pande & Temane, LNG, Sasol, Eni, Anadarko, Exxonmobil, Cabo Delgado, Angoche, Inhambane, CBM. A plataforma Ewynza é gerida e da propriedade da empresa Kelelene - Sociedade Unipessoal Lda. Esta é a única e a mais integrada plataforma que oferece informação actualizada sobre o sector energético (Hidrocarbonetos e Energia) em Moçambique e no mundo. A plataforma é o principal elo de ligação entre as empresas operadoras do ramo, empresariado nacional e força laboral.  

Ler Mais