• Entrar / Cadastrar
blog entry

Zimbábue eleva preço do combustível novamente depois que ministro diz ser ainda barato

O regulador de energia do Zimbábue elevou os preços da gasolina e do diesel em até 16%, um total de quarto aumento este ano, apó o ministro das Finanças disser que o combustível era consideravelmente mais barato do que nos países vizinhos.

O presidente Emmerson Mnangagwa anunciou o maior aumento do preço do combustível em Janeiro deste ano, um aumento de 150%, o que provocou protestos mortais de zimbaweanos que deixaram mais de uma dúzia de pessoas mortas após uma repressão do Exército.

A Autoridade Reguladora de Energia do Zimbábue disse na noite de sexta-feira que a gasolina custaria US $ 6,10 (cerca de 20c) por litro, contra US $ 5,26, enquanto o preço do diesel subiu 13%, para US $ 5,84.

O ministro das Finanças, Mthuli Ncube, afirmou em um jornal diário nesta quinta-feira que ficaria feliz se o preço do combustível fosse equivalente a US $ 1 por litro.

Enquanto a Ncube quer que os preços dos combustíveis reflitam os custos de importação, muitos zimbabueanos mal conseguem pagá-los quando o desemprego excede 80% e o salário de entrada para um funcionário público é de cerca de US $ 49 por mês, o suficiente para comprar um pneu de carro

Mas sem nenhum sinal de fim aos cortes de energia que assolam no país do sul da África, a demanda por combustível aumentou à medida que as empresas recorrem a geradores a diesel mais caros.

Analistas dizem que isso está aumentando o preço de fazer negócios, com empresas que provavelmente repassarão o custo para os consumidores, que já estão a enfrentar uma inflação de quase 100%.

Houve longas filas nas estações de serviço vendendo combustível no sábado passado.

As esperanças de que os padrões de vida possam melhorar em breve sob Mnangagwa, que chegou ao poder depois que Robert Mugabe foi removido em um golpe em 2017, não se concretizaram. Em vez disso, os zimbabueanos estão frustrados com a falta de energia elétrica diária que dura até 17 horas e a escassez severa de dólares, combustível, pão e remédios.

Fonte: Iol

 

 

 

 

 

 

RELACIONADAS

Comentários

RECENTES