• Entrar / Cadastrar
blog entry

Eni revisará todos os projectos Médio Oriente

A Eni revisa os seus projectos de energia no Médio Oriente, incluindo aqueles da Companhia Nacional de Petróleo de Abu Dhabi

A Eni da Itália está a rever os seus projectos de energia no Médio Oriente, incluindo aqueles em parceria com a Abu Dhabi National Oil Co, por causa do surto de coronavírus e das actuais condições do mercado de petróleo, disse uma autoridade da empresa nesta terça-feira.

"O coronavírus impactou a Eni, como qualquer outra empresa internacional de petróleo, e estamos a analisar todos os nossos projectos em andamento para este ano de 2020 e 2021", disse Fuad Krekshi, vice-presidente executivo regional da Eni, em uma teleconferência.

"Esperamos lançar o plano revisado em algum momento no próximo mês ou no primeiro trimestre".

O portfólio da Eni no Médio Oriente inclui projectos upstream e downstream no Bahrein, Líbano, Oman e Emirados Árabes Unidos.

Questionado se o ambiente actual terá impacto no desenvolvimento do campo de gás ácido de Ghasha em Abu Dhabi, Krekshi disse que qualquer impacto imediato será mostrado nas análises.

A concessão de Ghasha em Abu Dhabi é operada pela Companhia Nacional de Petróleo de Abu Dhabi (ADNOC), que detém 25% da Eni em 2018 e outra 10% adquirida pela alemã Wintershall, uma subsidiária da empresa de produtos químicos BASF, na Alemanha, mesmo ano. O OMV da Áustria recebeu os restantes 5% de participação.

O projecto de gás ultra-ácido Ghasha está localizado na costa noroeste de Abu Dhabi e estima-se que tenha capacidade de produção diária de aproximadamente um bilião de pés cúbicos (bcf) de gás ácido.

"Qualquer impacto imediato será o resultado da nossa análise e será anunciada no próximo mês", disse Krekshi. "Teremos uma revisão conjunta com os nossos parceiros e com os nossos principais parceiros na Adnoc".

Ele disse que ainda é muito cedo para fazer julgamentos, mas as autoridades estão a revisar todas as opções e cenários diferentes.

Fonte: Zawya

RELACIONADAS

Comentários

RECENTES