• Entrar / Cadastrar
blog entry

Arábia Saudita: Governo adopta nova estratégia de petróleo em 3 meses

A Arábia Saudita está a trabalhar numa nova estratégia para o sector de energia a ser lançada dentro de três meses, anunciou o ministro da Energia, príncipe Abdulaziz bin Salman, durante o Fórum de Empreendedores de Energia, organizado pela Câmara de Comércio e Indústria de Asharqia, em Dammam.

O ministro acrescentou que o ministério pretende vincular todas as actividades e iniciativas dentro de um sistema.

Ele explicou que o campo de Jafurah tem importância política, econômica, nacional e social, acrescentando que os números nas capacidades de campo foram subestimados.

A Arábia Saudita pretende atingir 90% da produção de gás e energia renovável e o campo de Jafurah permitirá ao Reino converter as actuais usinas de petróleo em gás, que é uma racionalização de combustível, anunciou o ministro.

No seu discurso, o príncipe Abdulaziz explicou que, para produzir electricidade, o país usa 688.000 barris de combustível líquido em vez de queimar internamente a um preço baixo que pode ser exportado para o exterior a preços internacionais.

Ele disse que essa tendência reduziria o custo de produção de electricidade e, assim, gradualmente diminuiria as tarifas.

Em relação ao conteúdo local, o príncipe Abdulaziz enfatizou que ele cobre aspectos políticos e de segurança, fornecendo necessidades internas, acrescentando que o objectivo principal é maximizar o benefício de todos os gastos do governo ou das empresas.

Ele também discutiu o programa para a sustentabilidade da demanda de petróleo, lançado no início deste mês e executado por 17 partes, incluindo ministérios, agências, empresas e centros de pesquisa especializados.

Durante o lançamento do programa estabelecido pelo Comitê Superior de Hidrocarbonetos, presidido pelo príncipe herdeiro saudita Mohammed bin Salman, vice-primeiro ministro e ministro da Defesa, o ministro disse que essa era uma das áreas mais importantes para aumentar a conversão de petróleo em produtos químicos. dado o rápido crescimento do sector petroquímico.

Fonte: Asharq Al Awsa

RELACIONADAS

Comentários

RECENTES