EUA: Exxon prepara-se para cortes de empregos

Por: Abudo Omar
Data: 27/06/ 2020
Visualizações: 615


A Exxon Mobil Corp. está se preparando para cortar empregos nos EUA, já que a gigante do petróleo se concentra numa estrutura organizacional reduzida e mais eficiente, de acordo com as fontes ligadas ao assunto.

Entre 5% e 10% dos funcionários dos EUA sujeitos a avaliações de desempenho podem acabar saindo este ano após as avaliações, disseram as fontes, que pediram para não serem identificadas por não terem sido autorizadas a falar publicamente. Espera-se que os cortes sejam baseados no desempenho e não sejam caracterizados como demissões, e nem todos os trabalhadores estão sujeitos a essas avaliações, que geralmente se aplicam a trabalhos de colarinho branco, como engenharia, finanças e gerenciamento de projectos.

A Exxon disse em comunicado que não há uma meta específica para reduzir o número de funcionários. "Temos um processo rigoroso de gerenciamento de talentos que avalia rotineiramente o desempenho dos funcionários", afirmou a empresa.

O CEO Darren Woods disse à assembléia anual da Exxon no mês passado que, embora não haja demissões planeadas, a empresa está reduzindo o número de contratadas e tentando se tornar mais enxuta. A última rodada de revisões anuais ocorre um ano inteiro depois que a Exxon reorganizou a sua divisão upstream para melhor integrá-la a outras partes do negócio e aumentar a responsabilidade pela tomada de decisões.

Uma enorme queda na demanda por petróleo levou a Exxon a rever alguns dos seus planos de crescimento e reduzir os gastos globais de capital em um terço, ou US $ 10 biliões, no início deste ano. Não está sozinho. A Chevron Corp. e a BP Plc estão cortando cerca de 16.000 trabalhadores entre eles, enquanto calcula-se que dezenas de milhares de empregos tenham desaparecido no trecho de xisto dos EUA.

"Há trabalho em andamento para continuar buscando optimizar essas organizações nos processos de trabalho subjacentes a elas, e isso levaria a eficiências a longo prazo", disse Woods na reunião.

A Exxon empregava cerca de 74.900 pessoas em todo o mundo no final de 2019, ante 69.600 dois anos antes.

Fonte: Rigzone

 

Fonte:


Notícias Destacadas

Notícias Recentes