Plataformas elevatórias de Velesto, submersas em Sarawak, Malásia

Por: Abudo Omar
Data: 04/05/ 2021
Visualizações: 39


Logotipo da Valesco (oedigital)

Uma plataforma autoelevatória de propriedade da empreiteira de perfuração da Malásia, Velesto, foi inclinada e submersa num local na costa de Sarawak, na Malásia, na terça-feira, disse o proprietário da plataforma.

"O Conselho de Administração da Velesto Energy Berhad [...] lamenta informar que um incidente envolvendo uma das nossas sondas, Velesto Naga 7, ocorreu no canteiro de obras devido à rápida penetração na formação em 3 de Maio de 2021, segunda-feira, durante a operação em Sarawak offshore para um cliente.

"A plataforma se inclinou e, subsequentemente, em 4 de Maio de 2021, terça-feira, a VELESTO NAGA 7 submergiu no local. As actividades de perfuração não foram iniciadas e nenhum poço foi perfurado", disse a Velesto.

De acordo com Velesto, todo o pessoal a bordo está seguro nas embarcações de resgate e a maioria foi transferida para Miri, Sarawak. O restante do pessoal está em processo de transferência, disse a Velesto na terça-feira.

"A empresa está investigando o incidente e avaliando opções. A plataforma está coberta por seguro e os esforços de recuperação estão em andamento e são monitorados", acrescentou Velesto.

"A empresa agradece a todos os envolvidos na operação de evacuação após o incidente e aos esforços de recuperação em andamento, incluindo nosso cliente e todas as autoridades relevantes", disse a Velesto.

Para lembrar, a Velesto anunciou no final de Março que havia garantido um contrato de perfuração para a plataforma com a ConocoPhillips na Malásia. O valor estimado do contrato é de cerca de US $ 8 milhões.

De acordo com o contrato, a ConocoPhillips usaria a plataforma elevatória construída em 2015 e projectada por Gusto para perfurar até três poços, com o start-up previsto para o primeiro semestre de 2021.

A Naga 7 é uma plataforma de três pernas entregue pela China Merchants Heavy Industries da China em 2015. A plataforma foi construída com um design GustoMSC. Ela tem uma capacidade de perfuração de 30.000 pés (9144 metros) e uma profundidade nominal de operação de 375 pés (114,3 metros).

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes