Linha Chibabava-Temane estará pronta em Novembro

Por: Abudo Omar
Data: 20/09/ 2021
Visualizações: 58


Subestação de Chibabava (clubofmozambique)

A linha de 110 kV de Casa Nova no distrito de Chibabava, em Sofala, vai levar a electricidade para os distritos do norte de Inhambane. As obras de construção de três subestações e uma linha de alta tensão de 240 km devem ser concluídas até Novembro deste ano.

O projecto está dividido em três fases, a primeira das quais compreende o fornecimento e instalação de 240 km de linha de 110 kV da subestação Casa Nova em Chibabava, província de Sofala) à subestação de Temane em Inhassoro, província de Inhambane.

Esta linha é suportada por 672 postes, actualmente em nível de execução de 95%. A construção das torres de conexão uma das margens norte e sul do Rio Save está em sua fase final.

A segunda fase compreende a construção de três subestações, uma de 110 / 33kV, 16 MVA em Casa Nova, a segunda de 110/33 kV, 40 MVA em Temane e a última de 33 / 11kV, 2X10MVA em Vilankulo. Actualmente estão em um nível de execução de 92% e em fase final de instalação dos equipamentos.

A Fase Três compreende a construção de 174 km de rede de 33kV; a construção de 88 km de rede de baixa tensão (0,4 kV); a instalação de 76 estações transformadoras 33 / 0,4kV; instalação de 1.380 postes de iluminação e ligação de 10.500 novos consumidores, cujo acabamento físico é de 30% da execução, respectivamente, mas com todo o material necessário já em Vilanculos.

Já foram instalados trezentos e oitenta e dois postes de média tensão, 19% dos programados. Já foram lançados sete quilômetros de linha de média tensão, o que equivale a 4%, e 375 novos consumidores dos 10.000 previstos conectados.

Até o momento, 670 das 672 torres programadas foram construídas e 222 km da linha planeada de 240 km lançados.

As obras das três subestações estão em andamento e a montagem dos equipamentos eléctricos das subestações Casa Nova e Temane já foi concluída. Todo o material está em campo, excepto os relés actualmente em teste.

Com mais energia a caminho, o governo de Vilankulo verá acabar com o calvário da falta de energia eléctrica num dos maiores destinos turísticos do país. Muitas vezes, conta o administrador local, os empreendimentos turísticos tiveram que recorrer a geradores para garantir o fornecimento de energia eléctrica.

A inauguração da linha deverá melhorar a qualidade do fornecimento de energia eléctrica à população dos distritos de Vilanculos, Inhassoro e Guvuro em Inhambane e Machanga e Muxungue em Sofala.

Fonte: Club of Mozambique


Notícias Destacadas

Notícias Recentes