Noruega: Campo offshore de Yme finalmente colocado on-line

Por: Abudo Omar
Data: 27/10/ 2021
Visualizações: 48


Instalação de perfuração e produção de jack-up Mærsk Inspirer e um módulo de cabeça de poço no local do campo Yme no Mar do Norte, offshore da Noruega (oedigital)

Após anos de atrasos, o campo Yme no Mar do Norte offshore da Noruega, agora operado pela petrolífera espanhola Repsol, voltou a produzir petróleo.

O Yme é um campo na parte sudeste do sector norueguês do Mar do Norte, 130 quilômetros a nordeste do campo de Ula, situado numa profundidade de água de 77-93 metros.

O campo foi descoberto em 1987. Com a Statoil (hoje Equinor) como operadora na época, a produção foi iniciada em 1996 e encerrada em Abril de 2001, período em que o campo havia produzido 50,3 milhões de barris de petróleo.

Anos mais tarde, a Talisman do Canadá tentou reconstruir o campo usando uma unidade de produção offshore móvel fornecida pela SBM Offshore. No entanto, o projecto foi interrompido depois que a Talisman encontrou problemas de integridade estrutural com a plataforma e, em 2013, foi tomada a decisão de remover a plataforma e descartá-la.

A espanhola Repsol assumiu então a operação do campo problemático, após assumir a Talisman em 2015. A plataforma Yme MOPUstor da SBM foi removida pelo navio Pioneering Spirit em 2016.

As autoridades norueguesas aprovaram em Março de 2018 o plano alterado da Repsol para desenvolvimento e operação para o redesenvolvimento de Yme com o objectivo de colocar o campo online em 2020, usando a plataforma de perfuração e produção Maersk Inspirer da Maersk Drilling por cinco anos, com um opção de extensão de ano. No entanto, a pandemia da COVID-19 causou mais atrasos, com a primeira data do petróleo estendendo-se para 2021.

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes