Savannah Resources sai de Moçambique

Por: Abudo Omar
Data: 06/12/ 2021
Visualizações: 240


Projecto Mutamba Mineral Sands, em Moçambique (clubofmozambique)

A mineira londrina Savannah Resources anunciou quarta-feira que vai sair de Moçambique e ceder a sua parte do projecto Mutamba, na província de Inhambane, à parceira Rio Tinto, a troco de 9,5 milhões de dólares.

A concessão Mutamba foi atribuída à joint venture entre Savannah e Rio Tinto em Novembro de 2019. Naquela época, Savannah Resources afirmou que o projecto Mutamba era “um dos depósitos de areias pesadas subdesenvolvidos mais significativos do mundo”, contendo “um recurso mineral inferido de 4,4 biliões de toneladas em 3,9 por cento do total de minerais pesados”.

De acordo com um comunicado da Savannah Resources, o seu pessoal em Moçambique será transferido para a Rio Tinto.

A Savannah Resources acrescentou que vai começar imediatamente a alienar os seus interesses residuais em Moçambique, em particular a concessão mineira em Matilda, que faz fronteira com Mutamba.

A empresa afirma que pretende apostar no desenvolvimento do seu Projecto Barroso Lítio em Portugal. O director executivo David Archer comentou, “com o foco da empresa movendo-se para o desenvolvimento e comercialização do Projeto Barroso de Lítio, Mutamba tornou-se secundário para Savanah e uma saída de Mutamba foi acordada com nosso parceiro, Rio Tinto. A operação permite-nos concentrar os recursos de gestão e as nossas reservas acrescidas de caixa exclusivamente em lítio na Península Ibérica”.

“Savannah também está particularmente orgulhosa dos extensos programas de envolvimento comunitário que empreendeu, que cobriram infra-estrutura, agricultura, comércio, educação e saúde pública. Nossos legados duradouros incluem o estabelecimento de infraestrutura que continua a fornecer água potável para cerca de 1.200 famílias e energia solar não conectada à rede para 5.300 famílias; mais de 600 agricultores locais obtendo maior renda com a venda de safras doadas; e os 430 licenciados que beneficiaram dos centros de formação profissional estabelecidos em Jangamo e Inhambane, a maioria dos quais rapidamente encontraram emprego relacionado com a sua formação,” acrescentou ele.

As areias minerais pesadas normalmente contêm os minérios ilmenita (óxido de ferro e titânio), rutilo (dióxido de titânio) e zircão (silicato de zircônio). O dióxido de titânio é usado na fabricação de pigmentos brancos usados ​​em produtos como papel, tinta, plásticos e pasta de dente. O titânio pode ser ligado com ferro, alumínio e outros metais para produzir ligas leves para a indústria aeroespacial e muitas outras aplicações. Zircon (silicato de zircônio) é usado em cerâmicas, sistemas de purificação de água e ar, barras de combustível nuclear e conversores de combustível catalítico.

Fonte: Club of Mozambique


Notícias Destacadas

Notícias Recentes