Eni, CIP no impulso eólico offshore Polonês

Por: Abudo Omar
Data: 16/12/ 2021
Visualizações: 230


Parque eólico offshore (oedigital)

O grupo italiano de energia Eni estendeu um acordo com o fundo de investimento Copenhagen Infrastructure Partners (CIP) para desenvolver a energia eólica offshore na Polônia, disseram as empresas.

Em um comunicado conjunto na quarta-feira, a Eni e a CIP disseram que solicitariam licenças do fundo do mar para participar de leilões que a Polônia está a planeando como parte dos seus planos para desenvolver uma capacidade eólica offshore de mais de 10 gigawatts (GW) até 2030.

Os leilões de contrato por diferença são esperados para 2025 e 2027.

A Eni procura expandir os seus negócios de energia eólica e solar como parte dos planos de abandonar o petróleo e o gás. Ela está a planear listar uma participação minoritária nas suas renováveis ​​e unidade de varejo no próximo ano para ajudar a financiar a transição.

"O desenvolvimento do segmento eólico offshore representa um componente essencial da nossa estratégia de crescimento, e grandes mercados emergentes como a Polônia oferecem um contexto ideal para gerar valor", disse o CEO da unidade, Stefano Goberti.

A Eni e a CIP, por meio do seu New Markets Fund I, já trabalham juntas no desenvolvimento eólico offshore na França.

A Eni, que prometeu ser neutra em carbono até 2050, tem como meta uma capacidade renovável de mais de 6 GW até 2025 e mais de 15 GW até 2030. Em 2020, tinha menos de 1 GW.

A CIP, que tem cerca de 16 biliões de euros (US $ 18 biliões) de investimentos sob gestão, concentra-se em infra-estrutura de energia limpa.

 

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes