África do Sul: Tribunal bloqueia pesquisa sísmica da Shell Offshore

Por: Abudo Omar
Data: 28/12/ 2021
Visualizações: 192


Mapa da África do Sul (oedigital)

Em 3 de Dezembro, uma ordem de tribunal superior deu à Shell o sinal verde para realizar uma extensa pesquisa sísmica na costa leste da África do Sul, mas isso foi interrompido pela decisão de terça-feira que faz parte de um pedido judicial mais amplo alegando que a Shell não tinha aprovações das condições ambientais necessárias.

"Respeitamos a decisão do tribunal e pausamos a pesquisa enquanto revisamos o julgamento", disse um porta-voz da Shell.
Ambientalistas e outros protestaram contra os planos da Shell para explosões sísmicas, dizendo que a sua acústica subaquática é prejudicial aos animais marinhos, especialmente às baleias migratórias.

"A Shell deve parar enquanto se aguarda a resolução do nosso pedido de interdição final, da qual estamos igualmente confiantes", disse Johan Lorenzen, um dos advogados que representam as comunidades pesqueiras ao longo da costa leste.

Mas o ministro da Energia da África do Sul defendeu os planos da Shell, dizendo que os seus críticos querem privar a África de recursos energéticos.

Apesar dos esforços globais para reduzir a dependência de combustíveis fósseis e a pressão de muitos governos e investidores para limitar as emissões de carbono que impulsionam o aquecimento global, a costa da África do Sul tem visto uma enxurrada de actividades de exploração e descobertas significativas.

A África do Sul, que é um importador líquido de produtos petrolíferos, está ansiosa para fornecer matéria-prima para a sua refinaria estatal de gás para líquido em Mossel Bay, que operava com uma fração da sua produção por causa da redução no fornecimento de gás doméstico.

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes