Actividade de fusões e aquisições de petróleo e gás dos EUA desacelera no quarto trimestre

Por: Abudo Omar
Data: 15/01/ 2022
Visualizações: 112


Plataformas de perfuração offshore nos EUA (oedigital)

Os negócios no sector de petróleo e gás dos EUA caíram pela metade no quarto trimestre em relação ao terceiro, com o total anual ficando aquém da média pré-pandemia, de acordo com dados publicados pela empresa de análise Enverus na quinta-feira.

Os produtores de petróleo fecharam acordos no valor de apenas US$ 9 biliões nos últimos três meses de 2021, uma queda de 50% em relação aos US$ 18,5 biliões do terceiro trimestre. Mas o ano inteiro totalizou US$ 66 biliões, um salto de 25% graças a um pico de dois anos no segundo trimestre.

A actividade de fusões e aquisições no sector foi afectada em 2020 pela pandemia, levando os preços do petróleo e do gás a mínimas recordes, embora os preços das commodities tenham se recuperado fortemente no ano passado, provocando uma onda de consolidação.

Isso, no entanto, também elevou as avaliações, tornando difícil para compradores e vendedores concordarem com um preço e levando a menos, mas maiores negócios.

Os negócios de upstream assinados em 2020 e 2021 totalizaram 172 e 179, respectivamente, em comparação com uma média de quase 400 negócios por ano antes do COVID, segundo dados da Enverus.

O final lento do "segundo ano de um mercado influenciado pela COVID" manteve os valores totais dos negócios abaixo da média de US$ 72 biliões de 2015 a 2019, disse a Enverus num comunicado à imprensa.

A compra de activos de Delaware da Pioneer Natural Resources pela Continental Resources Inc, por US$ 3,25 biliões, liderou as paradas de fusões e aquisições de petróleo no quarto trimestre, seguida pela aquisição pela Southwestern Energy Co dos activos da GeoSouthern, apoiada pela Blackstone, em Haynesville, por cerca de US$ 1,85 bilião.

A parte de Delaware da bacia do Permiano e Haynesville foram as duas peças mais activas, respondendo por 80% do valor total do negócio no quarto trimestre, mostraram os dados da Enverus.

"No geral, o mercado de fusões e aquisições deve estar definido para um 2022 activo. O preço dos estoques em áreas como a Bacia de Delaware e Haynesville ainda é atraente para os compradores e activos adicionais devem estar disponíveis no mercado", disse o director da Enverus, Andrew Dittmar.

Fonte: Offshore Engineer


Notícias Destacadas

Notícias Recentes